Prefeitura de Blumenau prorroga decreto que estabelece medidas restritivas de combate à Covid-19

Foto: Divulgação / Prefeitura de Blumenau

A Prefeitura de Blumenau publicou nesta sexta-feira, 05, a prorrogação das medidas restritivas para combate ao Coronavírus previstas no Decreto nº 13.070. O novo documento, Decreto nº 13.083, estabelece que as medidas sejam estendidas até a próxima sexta-feira, 12 de março, sempre entre 6h de segunda-feira e 23h de sexta-feira. Durante o fim de semana, dias 6 e 7, prevalece o Decreto nº1.172, do Governo do Estado, que estabelece Lockdown.

A manutenção das normativas, também na próxima semana, visa reduzir o crescimento acelerado do contágio e o encaminhamento de casos graves e gravíssimos para os hospitais da cidade, com consequente demanda por leitos ambulatoriais e em especial por leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Prefeitura mantém ações de fiscalização

O cumprimento das medidas restritivas segue com fiscalização da força-tarefa coordenada pela Defesa Civil e que envolve profissionais da Vigilância Sanitária, Guarda Municipal de Trânsito, Policia Militar, Policia Civil e Corpo de Bombeiros. O objetivo é coibir aglomerações, com sanções que vão da advertência escrita, multa e até cassação do Alvará Sanitário. As denúncias relacionadas a casos de aglomeração em estabelecimentos podem ser feitas por meio do telefone 199 da Defesa Civil e do 190 da Polícia Militar.

Outra medida definida pelo município é a retomada das fiscalizações de trânsito por meio de cinturões noturnos. As ações são desenvolvidas todos os dias pela Guarda Municipal de Trânsito (GMT), em vias de ligação entre os bairros de Blumenau. O intuito das medidas não é multar, mas evitar que o sistema de saúde fique sobrecarregado em função das vítimas de acidentes de trânsito que também necessitam de atendimento hospitalar.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”