Prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall, comandará a Ammvi em 2021

Foto: Divulgação / Ammvi

O prefeito de Gaspar, Kleber Edson Wan-Dall, foi eleito e empossado presidente da AMMVI para a gestão 2021/2022. A eleição, por aclamação, aconteceu durante a primeira assembleia de prefeitos do ano, realizada nesta terça-feira (2), na sede da entidade, em Blumenau. O mandato será de um ano, até fevereiro de 2022.

“A região do Médio Vale é uma das mais significativas do nosso Estado. Juntos, nossos municípios representam desenvolvimento, força econômica, referência em gestão, turismo e muito mais. É uma honra poder representar o Médio Vale do Itajaí enquanto presidente da AMMVI. Comprometo-me a continuar trabalhando, com muita dedicação, pelo fortalecimento dos nossos municípios”, reforça o novo presidente.

Ao lado de Wan-Dall, comandarão a Associação o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, como vice-presidente Institucional; o prefeito de Ascurra, Arão Josino da Silva, como vice-presidente de Políticas Públicas; o prefeito de Timbó, Jorge Augusto Krüger, como vice-presidente de Articulação Política; e o prefeito de Pomerode, Ércio Kriek, como tesoureiro.

Quem deixa a presidência é Valmir Zirke, prefeito de Guabiruba, que sucedeu a Matias Kohler em janeiro deste ano.

Conselho Fiscal

Na assembleia da AMMVI, foram eleitos ainda os membros do Conselho Fiscal da entidade, que também terão mandato de um ano. O Conselho ficou formado pelos prefeitos Valmir Zirke (Guabiruba), Arrabel Antonieta Lenzi Murara (Benedito Novo), Valcir Ferrari (Rodeio), Marcelo Doutel da Silva (Apiúna), Hartwig Persuhn (Doutor Pedrinho) e Alcir Merizio (Botuverá).

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”