Morre o ator Paulo Gustavo, aos 42 anos, vítima da Covid-19

Encerrou na noite desta terça-feira, 4, a luta dor ator e humorista Paulo Gustavo contra a Covid-19. O artista faleceu devido a complicações da doença, às 21h12.

Paulo, de 42 anos, deixa dois filhos e o esposo Thales Bretas, o qual era casado desde 2015.

O artista soma diversos recordes de bilheteria com seus filmes, sendo os principais o “Minha mãe é uma peça”, no qual ele interpreta a icônica Dona Hermínia. As três películas somadas venderam mais de 26 milhões de ingressos.

De acordo com informações dos sites especializados em cinema, o terceiro filme da série obtém o recorde histórico de bilheteria, total de R$ 182 milhões.

Embolia agravou quadro

O boletim médico de Paulo Gustavo desta terça-feira, 4, trouxe notícias inesperadas pela família do ator. O quadro do paciente foi considerado irreversível.

No último domingo ele sofreu uma embolia pulmonar que agravou o seu estado de saúde. Na manhã desta terça, a morte do ator chegou a ser noticiada.

Paulo Gustavo estava na UTI do Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro. Familiares e amigos estiveram no local durante o dia, além de fãs que se portaram em frente à casa de saúde para saberem sobre a evolução do paciente.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”