Vigilância Epidemiológica aguarda resultado sobre suspeita de caso de sarampo em Blumenau

Uma mulher de 26 anos apresentou sintomas semelhantes ao sarampo em Blumenau. O caso teria sido registrado na semana passada. Uma mostra de sangue foi encaminhada para análise no Laboratório Central de Saúde Pública do Governo do Estado e o resultado ainda não foi divulgado. A paciente não precisou ser internada e passa bem.

A última vez que foi registrado em Blumenau um caso de sarampo adquirido no município foi no ano de 1997. Casos importados não são registrados desde 2003. Os principais sintomas do sarampo são febre, tosse, coriza, aparecimento de manchas vermelhas no corpo e olhos avermelhados.

Uma semana após o início da segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, 277 jovens entre 20 e 29 anos foram imunizados. Outras 617 doses foram aplicadas no período de 18 a 23 de novembro, em pessoas de outras faixas etárias. Blumenau não recebeu do Ministério da Saúde uma meta, mas no Estado estima-se que 420 mil jovens precisam ser vacinados.

Apenas cerca de 40% dos jovens que compõem o público alvo da campanha e que compareceram as salas de vacinação de Blumenau, precisaram ser imunizados. O restante já havia realizado a vacina contra o sarampo. Na dúvida, é importante procurar uma sala de vacinação do município, para que a carteira seja avaliada por um profissional de saúde e atualizada caso necessário.

No próximo sábado (30), será realizado o dia D de vacinação, quando todas as unidades estarão realizando a vacinação contra o sarampo. Pessoas da faixa etária alvo da campanha, que não tenham tomado, não lembrem ou não tenham mais a carteira de vacinação para confirmar a imunização, podem procurar uma sala de vacina. A vacinação estará disponível também para outros públicos.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”