Vereador encaminha pedido de CPI do transporte coletivo em Blumenau

Foto: Jaime Batista/Blog do Jaime

Com o argumento de uma possível quebra de contrato por parte da empresa Blumob, o vereador Gílson de Souza, do PSD, tenta conseguir assinaturas de colegas parlamentares para abertura de uma CPI do transporte coletivo em Blumenau. Na sessão da última terça-feira (23), o vereador apresentou um requerimento solicitando a planilha de custos da empresa, a mesma apresentada ao Seterb no início da operação.

Segundo o vereador, a permissionária do transporte coletivo incluiu nos custos da passagem o valor da pintura dos ônibus antigos que continuam circulando. Gilson de Souza, que também é economista, calcula que o custo fique em torno de R$ 1,4 milhão. Como não fez o serviço no tempo determinado, 30 dias após o início da operação, a empresa estaria operando em desacordo com uma das cláusulas do contrato.

São necessárias as assinaturas de cinco vereadores para a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito. A direção do Seterb, através da Assessoria de Comunicação, informou que não vai se pronunciar sobre o caso enquanto não houver aprovação da Câmara de Vereadores para abertura da CPI.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”