Três motoristas morrem em acidente na BR-470 em Gaspar, que deixou rodovia fechada por mais de 6h

Carreta e caminhão caçamba pegaram fogo após bater de frente. Foto: Rodrigo Vieira

Uma batida entre uma carreta, um caminhão caçamba, um Vectra e um veículo utilitário comercial resultou na morte de três pessoas na manhã desta sexta-feira no KM 41 da BR-470 em Gaspar. Somente o motorista da carreta, Gilmar Antônio Rocha, 46 anos, foi retirado do local com vida e encaminhado ao hospital.

A carreta, que carregava uma carga de leite, e o caminhão caçamba de Pomerode, que estava com uma carga de areia, bateram de frente e pegaram fogo. O motorista da caçamba, Felix Alexandre Goebel, 40 anos, morreu carbonizado. Também morreram, Anselmo Reinert, 60 anos, que conduzia  um veículo utilitário, com placas de Blumenau, e Rubens José Fachinni, 67 anos, que conduzia um Vectra com placas de Brusque. Estes dois veículos foram jogados para fora da pista.

Segundo relato de um trabalhador da região que teria conversado com o motorista da carreta, o Vectra o utilitário e a caçamba seguiam no sentido Blumenau enquanto a carreta trafegava no sentido contrário. O Vectra tentou uma ultrapassagem e teria batido na carreta que acabou batendo de frente com a caçamba, após também atingir o utilitário. O acidente aconteceu por volta de 9h e deixou a rodovia fechada no local durante toda a manhã gerando longas filas de cerca de 10km nos dois sentidos da BR-470. O trânsito só foi totalmente liberado próximo das 16h.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”