Transporte coletivo de Blumenau terá cobrança de tarifa a partir desta quinta-feira

Foto: Jaime Batista/Blog do Jaime

A partir desta quinta-feira, 4, a empresa Piracicabana começa a cobrar a tarifa do transporte coletivo de Blumenau. O novo valor da passagem de ônibus, R$ 3,65, entrou em vigor no dia 27 de janeiro, mas não chegou a ser aplicado devido ao rompimento do contrato da Prefeitura com o Consórcio Siga e a dificuldade da nova empresa em implantar o sistema já existente de catraca eletrônica. Por isso, até esta quarta-feira, os ônibus circulam com catraca livre.

Também nesta quarta-feira a empresa que opera em sistema emergencial o serviço no município deve aumentar o quadro de funcionários já que a empresa Nossa Senhora da Glória completou as baixas nas carteiras de trabalho. A expectativa é que a partir desta quinta-feira o número de veículos rodando seja maior do que os 110 que rodam nesta quarta-feira cobrindo 51 linhas.

Outra medida adotada pela nova empresa é a contratação de serviço terceirizado para manutenção, já que tem sido comum a quebra de ônibus. Segundo divulgou o Seterb, a expectativa é que até o final da semana todos os 190 veículos que chegaram à Blumenau possam estar circulando. Até o final do mês a frota em atividade deverá ser de 240 ônibus.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”