TJSC diz que Estádio do Sesi está liberado para jogos do Metropolitano

Nota divulgada pelo TJ informa que não há interdição.

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina divulgou no início da tarde desta quinta-feira, 30, que o Estádio do Sesi está liberado para os jogos do Metropolitano. A nota, divulgada através da assessoria de imprensa do TJ,  informa que não há determinação de interdição do estádio. Confira a nota na íntegra:

O Tribunal de Justiça vem a público esclarecer que a decisão do desembargador Gaspar Rubick, ao confirmar liminar do juízo da comarca de Blumenau, em ação civil pública promovida pelo Ministério Público em busca da regularização das dependências do Complexo Esportivo do Sesi, naquela cidade, envolve a obrigatoriedade daquela entidade em promover as adequações apontadas como necessárias em laudos anteriormente emitidos pela Polícia Militar e pelo Corpo de Bombeiros.

Eventual descumprimento de prazos ou mesmo insurgência contra tal desiderato poderá acarretar multas e até mesmo a interdição física do estabelecimento esportivo, conforme consta na decisão da Justiça de 1º grau. Embora o Sesi tenha interposto agravo de instrumento no TJ com pedido de liberação de seu estádio, para poder negociar sua cessão ao Clube Atlético Metropolitano, não havia e não há – até este momento – comando judicial que determine a interdição do estádio (Agravo de Instrumento n. 2013.064421-1)“.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”