Suspeito de homicídio em Blumenau é alvo de tentativa de assassinato

Valdemir Alves de Arruda, de 36 anos, segue internado em estado grave na manhã desta seguna-feira (21) na UTI do Hospital Santa Isabel. Segundo informações da Polícia Militar, o suspeito de ter matado o próprio primo na última quinta-feira (17), foi alvo de tentativa de homicídio na manhã da última sexta-feira (18).

Ainda de acordo com a PM, ele estava transitando de bicicleta, na Rua Sete de Setembro, quando um homem chegou por trás dele e o atingiu com uma paulada na cabeça. As informações foram obtidas graças as câmeras de monitoramento que existem no Centro de Blumenau.

O suspeito do ataque que não foi identificado, fugiu do local e não foi mais encontrado. Valdemir foi atendido pelo Samu e encaminhado em estado grave ao Hospital Santa Isabel, onde segue até a manhã deste segunda-feira, internado respirando por aparelhos. A Polícia Civil investiga o caso.

Homicídio do primo

Valdemir é o suspeito principal de ter assassinado o próprio primo,  Weliames Alves de França, de 24 anos, na noite desta quinta-feira (17).  Segundo a PM, ele teria desferido três golpes de facada na barriga do jovem, que ainda foi encaminhado ao hospital, onde não resistiu aos ferimentos.

Os dois moravam em quitinetes vizinhas, na Rua Uberada, no Bairro Velha. Segundo relatos de vizinhos e do proprietário das quitinetes, os dois aparentavam ter boa relação e nenhum outra ocorrência de briga já havia sido testemunhada.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”