Suspeito de assalto a cooperativa de crédito é morto em troca de tiros com a polícia em Gaspar

Imagem ilustrativa

Um homem morreu após trocar tiros com a polícia depois de um assalto a uma cooperativa de crédito em Gaspar. Ederson Zandonai, 31 anos, é suspeito de participar do roubo e foi baleado enquanto fugia no Morro do Baú. As viaturas da Polícia Militar de Gaspar, Blumenau e Ilhota foram acionadas para a ocorrência por volta das 14h desta terça-feira.

Segundo as informações divulgadas, três homens armados de pistolas invadiram a cooperativa de crédito Blucredi. Os ladrões chegaram em uma Saveiro, com registro de furto, e depois roubaram um Ford Ka para fugir com dinheiro da cooperativa.

Além das viaturas da PM, o helicóptero Águia da Polícia Militar foi acionado para auxiliar nas buscas aos criminosos. Durante as rondas, foram vistos quatro homens em fuga no meio da mata do Morro do Baú. Houve troca de tiros e um dos homens acabou baleado. O suspeito, que não portava documentos pessoais, chegou a dar entrada no Hospital de Gaspar, mas não resistiu. Mais tarde ele foi identificado como Ederson Zandonai, 31 anos. As informações são de que ele seria morador de Indaial.

Outro suspeito, Marcelo Correa Barbosa, de 38 anos, foi preso pela PM. Ele é morador de Joinville e estava com duas pistolas, radio comunicador, celular e um colete balístico. Os dois carros usados pelos criminosos durante e depois do assalto foram localizados pela PM. O Ford Ka roubado para fuga foi encontrado nas proximidades da cascata Arraial, no Bairro Belchior. Os outros dois suspeitos conseguiram fugir e permanecem foragidos.

Agora a Polícia Civil de Gaspar investiga o caso.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”