Seterb não garante vigilantes nos terminais

Principal reivindicação de motoristas e cobradores do transporte coletivo de Blumenau, que gerou paralisação de uma hora e meia dos ônibus na tarde desta quarta-feira, a contratação de vigilância privada nos terminais de ônibus é incerta. Segundo o presidente do Seterb, Irivaldo Caetano Júnior, a questão ainda está em discussão.

A categoria pede a presença de vigilantes pelo menos nos terminais do Aterro, Fortaleza e Fonte. As empresas chegaram a cogitar a presença apenas no Aterro. O Seterb divulgou nesta quarta-feira que serão instaladas catracas nas entradas e saídas dos ônibus, melhoria na iluminação e intensificação de rondas da PM.

Outra intenção é levar até o Batalhão da Polícia Militar as imagens das câmeras de segurança para que lá seja feito o monitoramento. Segundo o presidente do Seterb, as medidas valem para todos os terminais e em 30 dias podem estar concluídas.

No final da tarde desta quarta-feira o sindicato da categoria aguardava pela apresentação das medidas. Enquanto isso, novas paralisações não estavam descartadas.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”