Servidores da Prefeitura cedidos ao Samu aderem ao movimento grevista, mas sem parar os atendimentos

Um grupo de servidores da Prefeitura cedidos ao Estado para trabalhar no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, aderiu ao movimento grevista na manhã desta sexta-feira. Mas a adesão é de apoio e não de paralisação.

São 30 servidores cedidos pelo município e pelo menos 10 estão na Praça Victor Konder. Os veículos foram estacionados em frente à praça e os chamados são atendidos normalmente.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”