Servidor investigado em irregularidades na aplicação de verbas da merenda escolar em Blumenau é exonerado

Foto: Divulgação/PMB

A Prefeitura de Blumenau informou que o servidor da Intendência da Vila Itoupava, investigado em supostas irregularidades na aplicação de verba da merenda escolar, foi exonerado nesta quarta-feira (21).

A Polícia Civil investiga denúncias de que agricultores, que não produzem alimentos, foram beneficiados no programa da Agricultura Familiar para montagem de kits que são distribuídos nas escolas durante a pandemia. Segundo as denúncias, no lugar de plantar e colher, eles compravam os produtos no Ceasa e repassavam à prefeitura com superfaturamento.

Uma operação da Polícia Civil, denominada de “Agricultor Fantasma”, foi realizada nesta quarta-feira, quando foram cumpridos mandados de busca e apreensão em vários locais, entre eles a Intendência da Vila Itoupava e Sindicado Rural. O material recolhido vai ser utilizado nas investigações.

O comunicado divulgado pela prefeitura, também informa que será realizada auditoria nos contratos realizados junto a Agricultura Familiar. Confira a nota oficial:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Diante da investigação policial anunciada na manhã desta quarta-feira, dia 21, que está apurando supostas irregularidades na aplicação da verba da merenda escolar em Blumenau, informamos que o prefeito municipal determinou a instauração de sindicância interna para apuração dos fatos e exonerou o servidor público citado na investigação.

Também por determinação do prefeito municipal, a Controladoria Geral do Município realizará auditoria em todos os contratos relacionados à compra de produtos da agricultura familiar, para assegurar a probidade administrativa e a continuidade desse importante programa de geração de renda e manutenção dos produtores rurais no campo”.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”

2 comentários sobre “Servidor investigado em irregularidades na aplicação de verbas da merenda escolar em Blumenau é exonerado

  1. João Neumann neto

    É possível exonerar um servidor “suspeito” de fraude? Ou a notícia está mal redigida ou servidor não é mais suspeito e sim, já foi provada sua culpa. E tudo isso em um só dia. Oh eficiência, não? Nem no Japão.

    • Jornalismo Rádio Nereu Ramos Post autor

      Até que o Ministério Público apresente uma denúncia formal ele continua sendo considerado suspeito.

Comentários estãp fechados.