Secretário Marcelo Schrubbe pretende consultar a população para definir ou não a criação da Guarda Municipal

A criação ou não da Guarda Municipal em Blumenau pode ser decidida pela comunidade. Esta é a intenção do secretário de Defesa do Cidadão, Marcelo Schrubbe. Um pré-projeto foi elaborado e já apresentado ao Grupo Integrado de Segurança Pública e ao Fórum Municipal de Segurança. Agora está sendo analisado pelos Consegs.

A Guarda Municipal é uma promessa de campanha do prefeito Napoleão Bernardes, do PSDB, mas estaria ameaçada de ser aplicada pela falta de recursos. Segundo o secretário Marcelo Schrubbe, o custo para implantação do projeto, com 30 guardas, seria de R$ 5 milhões ano. Como não há um caixa específico para este fim o dinheiro terá de sair de setores como saúde, educação e obras na cidade. 

“Ou ficamos do jeito que está e cobramos em conjunto mais ações do estado na segurança pública, ou nós formamos a Guarda Municipal, e assim teremos que tirar recursos de outras áreas”, afirmou Schrubbe em entrevista à Rádio Nereu.

Segundo o projeto que está sendo apresentado pela secretaria de Defesa do Cidadão, a Guarda Municipal será armada e irá atuar com rondas em praças, parques, terminais urbanos e escolas. Após concluída a coleta de sugestões nos Consegs, as propostas serão analisadas e o projeto revisado e reencaminhado para análise da prefeitura. A intenção do secretário Schrubbe é realizar uma audiência pública antes do projeto ser encaminhado à Câmara de Vereadores, e caso a decisão popular seja pela não aplicação da proposta ele nem seria encaminhado. Mas a decisão final será do prefeito.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”