Saúde lança recadastramento por aplicativo para atualizar dados da população de Blumenau

A Secretaria de Promoção da Saúde lançou nesta segunda-feira (6), um recadastramento para atualizar dados da população e entender melhor o perfil epidemiológico das famílias no município. O objetivo é reunir a maior quantidade possível de dados atualizados e desenvolver ações de saúde voltadas à população de risco.

Também será possível, por meio de geolocalização, criar mapas de calor, que indicam os locais em que a população apresenta determinados problemas de saúde em maior quantidade, por bairros e regiões de Blumenau. A expectativa é poder, por exemplo, saber se na região sul há mais pacientes com hipertensão e desenvolver atividades de prevenção e promoção da saúde neste sentido.

Também será possível utilizar os dados da ferramenta já neste momento de pandemia do Coronavírus, para ações voltadas ao enfrentamento do Covid-19. Com base nas novas informações, será possível identificar residências onde crianças e idoso coabitam, e relacionar riscos.

O recadastramento pode ser feito pelo aplicativo do Pronto, nos telefones com Android ou IOS, sendo que o responsável pelo domicílio insere CEP, demais dados como endereço e as informações dos outros integrantes da família, incluindo nome, data de nascimento e telefone celular.

Após esse preenchimento, será possível indicar fatores de risco associados ao estado de saúde das pessoas que moram no CEP informado, como diabetes, gestação, hipertensão, problemas respiratórios ou ainda se é acamado.

Fonte: Assessoria PMB

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”