Samae usa água potável para lavar rua na Itoupava Central

Foto: Cristiano Silva/RNR.

Um caminhão pipa do Samae foi utilizado para lavar parte da Rua Juvenal Bogo, uma transversal da Rodovia Guilherme Jensen, na entrada de um condomínio industrial. No local foi feito o serviço de conserto de uma adutora nesta quarta-feira. Com o trabalho, parte da rua ficou com barro sobre o calçamento e na manhã desta quinta-feira o Samae voltou para lavar o local.

Segundo informou o gerente de Manutenção do Samae, Vilson Correa, a utilização de água potável se deve pela economia, já que os caminhões não podem transportar água bruta porque podem ser contaminados. Neste caso, a esterilização do caminhão custaria muito caro. Ele não soube informar o preço. Segundo ele, foram gastos cerca de cinco mil litros de água no serviço de lavação, sendo que o custo de 10 mil litros de água tratada é de R$ 30,00.

Ainda segundo o gerente de Manutenção, a autarquia não investe na compra de um veículo para transporte de água bruta porque são raros os casos em que o Samae precisa fazer este tipo de serviço. Ele alega que o último foi em outubro e os casos acontecem a cada dois ou três meses. Assim, para Vilson Correa, seria um investimento muito alto na compra de um caminhão – entre R$ 200 e R$ 300 mil segundo ele – para ficar a maioria do tempo parado na autarquia.

A Secretaria de Serviços Urbanos realiza o serviço de lavação de pontes no município utilizando água bruta. Mas, segundo o gerente de Manutenção do Samae, a autarquia não aciona a secretaria porque cada uma delas precisa cumprir suas obrigações.

Nesta quarta-feira o Samae divulgou o aumento no preço da tarifa de água a partir de janeiro. O índice do reajuste é de 6,5%.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”