Reunião entre servidores e prefeitura termina sem acordo e greve continua

A reunião na Prefeitura nesta quinta-feira, 12, entre Sindicato dos Servidores Municipais de Blumenau (Sintraseb) e governo municipal terminou sem acordo.O Sindicato se encontrou com representantes da Prefeitura para discutir um possível acordo e decidir se iria manter a greve que afeta o atendimento dos serviços públicos desde a última segunda-feira, 9.

Após o encontro, o coordenador do Sintraseb, Sérgio Bernardo, definiu a negociação como sendo mais do mesmo. “Não tem proposta nova. O que o governo apresentou para a comissão de negociação foi a resposta de alguns documentos solicitados que mostram os valores gastos. O Sindicato reconhece que tem margem para o pagamento e por isso estamos cobrando do município ações efetivas para isso.” – disse Bernardo.

Já o Secretário de Administração, Anderson Rosa, reafirmou o discurso da Prefeitura de que não há verba para pagar o rejuste. “É uma situação financeira grave que assola não só o município de Blumenau, são diversas receitas que não chegam e por isso vamos precisar da compreensão dos servidores para continuar atendendo a nossa comunidade de maneira eficiente”. – explicou Rosa.

A greve teve inicio após o governo anunciar que vai fazer o pagamento do reajuste do INCP de 1,69%, apenas na folha salarial de janeiro de 2019.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”