Rádio Nereu Ramos realiza seminário nesta quinta e sexta-feira

A lembrança de cinco anos atrás ainda está na memória de muitas pessoas. A fatalidade entrou para a história recente de Santa Catarina somando a outros problemas que já envolveram a natureza e o nosso estado.
Não somente esses fatos específicos como outras tragédias climáticas do país têm reforçado a necessidade de reflexão quanto à importância do planejamento urbano, do meio ambiente e da sustentabilidade urbana, questões que interferem diretamente na amenização do impacto de desastres naturais.
Por esse motivo a Rádio Nereu Ramos vai realizar nesta quinta e sexta-feira, dias 21 e 22 de novembro, o primeiro Seminário do Meio-Ambiente, Habitação e Defesa Civil, justamente nas datas que marcam os cinco anos da tragédia de 2008.
O evento pretende debater os rumos da habitação, situações de vulnerabilidade, ocupação de rolo em áreas de risco e sustentabilidade, além do avanço da oferta de crédito para o financiamento habitacional.
O atendimento em casos de emergência também será pauta desse seminário. Avanços nos primeiros atendimentos aos atingidos, melhoria no acompanhamento de desabrigados e como minimizar prejuízos emocionais e materiais serão questionamentos feitos às autoridades presentes nesses dois dias.
Estarão presentes o secretário estadual de defesa civil, Milton Hobus, o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, o ex-prefeito João Paulo Kleinubing, o deputado estadual Jean Kuhlmann, o geólogo e ambientalista Juares Almond, o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Júlio César de Oliveira, o atual secretário municipal de defesa do cidadão, Marcelo Schrubbe, entre outros.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”