Quatro assaltos são registrados em um intervalo de três horas em Blumenau

A quarta-feira foi movimentada no setor policial em Blumenau. Além dos homens presos por furto, do motociclista detido por utilizar CNH falsa, e do assalto a um escritório de advocacia, a Polícia Militar teve que atender ainda, num período de três horas, quatro roubos a pedestres e a um motociclista.

De acordo com a PM, o primeiro caso foi registrado por volta das 17h48min, na Rua Sete de Setembro, no Centro, quando dois homens, fazendo menção de estarem armados, teriam abordado um adolescente e roubado o seu aparelho celular. A mãe da vítima foi quem acionou os policiais, momentos depois do crime.

Às 19h08min, a Polícia Militar retornou a Rua Sete de Setembro, pois outra vítima relatou que dois homens a abordaram e, assim como no caso anterior, roubaram seu celular. Ela não soube dizer aos policiais se os criminosos estavam armados.

O terceiro crime registrado em sequencia aconteceu na Rua Phillip Bauler, no Testo Salto, às 19h43min. De acordo com informações que o proprietário do estabelecimento contou a PM, dois homens, um deles armado com revolver, entraram no local e anunciaram o assalto. Os criminosos roubaram R$ 100 em espécie e fugiram em uma motocicleta CG de cor escura.

Já por volta das 20h41min, um motociclista teve a sua moto Honda CG 150 de cor azul, e placas MFV1956, de Blumenau, roubada. A vítima contou aos policiais que estava transitando na Rua Dênis Diderot, no Fidélis, quando foi abordado por dois homens que o agrediram e levaram o veículo.

Nos quatro casos citados, a Polícia Militar fez buscas pelas regiões dos crimes, mas nenhum suspeito foi localizado.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”