Protesto contra reformas previdenciária e trabalhista afeta serviços públicos em Blumenau

A paralisação geral desta sexta-feira (30), organizada pelas Centrais Sindicais em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista vai afetar o funcionamento de escolas, creches, postos de saúde, bancos e do transporte coletivo.

De acordo com levantamento divulgado pela prefeitura de Blumenau nesta manhã, dos 77 Centros de Educação Infantil, 57 vão atender normalmente, 16 de forma parcial e 4 ficarão fechados. Das 48 escolas da rede municipal, 37 funcionam normalmente, 8 de forma parcial e 3 estarão fechadas.

Na saúde, a policlínica, os ambulatórios gerais e o centro de saúde Rosânia Machado Pereira terão atendimento normal. Das 67 unidades básicas de saúde, 8 ficaram fechadas.

Já os ônibus não vão circular das 14h às 16h. A manifestação também pode afetar o atendimento nos bancos, mas o sindicato que representa a categoria não soube informar quantas agências ficarão fechadas.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”