Procon de Blumenau faz nova fiscalização no preço da gasolina

Foto: Divulgação

Nesta quinta e sexta-feira, dias 30 e 31, o Procon de Blumenau fará nova fiscalização nos postos de combustíveis da cidade. O objetivo é de verificar se os preços dos combustíveis estão sendo praticados de acordo com os últimos aumentos nas refinarias. Para isso, o órgão de defesa do consumidor vai conferir as notas fiscais de compra dos combustíveis comum e diesel dos meses de junho e julho. O levantamento vai permitir que sejam identificadas a existência de irregularidades e caso constatado, o estabelecimento poderá se autuado com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC) como prática abusiva de preço.

De acordo com o coordenador geral do Procon, André Moura da Cunha, a orientação é de que os consumidores abasteçam nos postos que ofereçam o menor valor do combustível. Além disso, que exijam a nota fiscal, o que estimula ao consumidor também ser autor ativo no combate de abusos no município. Desta forma, explica André, o próprio consumidor estimula a concorrência e consequentemente a redução de preços. Por isso, durante a fiscalização, o Procon também vai orientar os postos de gasolina para que não aumentem a margem de lucro na venda em função da pandemia de Coronavírus.

Em relação aos últimos aumentos dos combustíveis, o Procon se mantém atento com o objetivo de evitar preços finais aos consumidores que não estejam de acordo com os anunciados pela Petrobrás e consequentemente das refinarias. André esclarece que, após o último aumento anunciado pela Petrobrás no dia 17 de julho, de 4% na gasolina e de 6% no diesel, que passaram a valer nas refinarias, o total de reajuste na gasolina foi de mais de 20 vezes e 17 no total no preço do diesel neste ano. Ele ressalta ainda que, em julho, foram aplicados três aumentos seguidos desde o dia 7, chegando a subir praticamente uma vez por semana os combustíveis.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.