PRF e Polícia Militar apreendem mais de 2 toneladas de maconha em Garuva, na BR 101

Foto: Divulgação/PRF

Uma operação da PRF e da Polícia Militar na noite desta sexta-feira (24), prendeu três homens, três veículos e mais de duas toneladas de maconha na praça de pedágio de Garuva, na BR 101. A Polícia Militar de Navegantes recebeu informação que uma Duster branca vinha do Paraná trazendo droga para Santa Catarina pela BR 101.

A PM trocou informações com a PRF e juntas montaram um bloqueio em Garuva. Ao abordarem a Duster branca, o motorista fugiu a pé e, ao mesmo tempo, duas caminhonetes Hilux branca que vinham atrás manobraram perigosamente na praça de pedágio, tentando fugir, inclusive colidindo em vários veículos.

Os policiais viram que os três veículos estavam viajando juntos e abordaram as duas caminhonetes também. O motorista da Duster foi perseguido e preso pelos policiais, bem como os dois motoristas das caminhonetes.

Na Duster não tinha drogas. Ela fazia o serviço de batedor para as caminhonetes, as quais estavam totalmente carregadas com maconha. A estimativa é que haja mais de 2 toneladas de maconha. Os três carros tinham rádio de comunicação que permitia o contato entre eles.

As duas caminhonetes eram roubadas, clonadas e estavam com placas falsas. Os três homens presos, os veículos e a droga foram levados para a Polícia Civil.

Fonte: Assessoria PRF

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”