Preso em Gaspar suspeito de matar professor indígena em Penha

Foto: Polícia Civil / Divulgação

O suspeito de espancar até a morte o professor indígena Marcondes Nambla, de 36 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (12). O crime aconteceu em Penha na madrugada do dia 1º de janeiro. Por volta das 6h30 a Polícia Civil encontrou Gilmar César de Lima, de 23 anos, na casa da irmã no bairro Gaspar Mirim. Sete mandados de busca em residências já haviam sido cumpridos na procura do suspeito.

Lima, encontrado ao lado da mulher, da irmã e do filho, confessou ter matado o professor por uma discussão envolvendo o cachorro dele. O jovem morava em Gaspar e atualmente estava residindo em Penha, no Litoral Norte, porém abandonou a residência após o crime e estava foragido. Segundo a Polícia Civil, Lima teria antecedentes por crimes como homicídio qualificado, roubo, furto, lesão corporal e receptação. A polícia informou que ele será encaminhado ao Presídio Regional de Blumenau.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”