Prefeitura mantem proposta do INPC só em janeiro e servidores continuam em greve em Blumenau

A Prefeitura de Blumenau comunicou que mantem abertas as negociações com representantes dos servidores, mas permanece a proposta de aplicar o INPC (5,07%) sobre os salários e vale alimentação somente em janeiro de 2020. O comunicado foi uma resposta a um ofício do Sindicato Único dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Blumenau. No ofício, o Sintraseb solicitava a reabertura das negociações.

Durante a sessão da Câmara de Vereadores desta quinta-feira (6), o coordenador do sindicato, Sérgio Bernardo, utilizou a Tribuna Livre e disse que o governo não está cumprindo uma lei municipal ao transferir o repasse para o ano que vem. Ele pediu que os parlamentares trancassem a pauta para forçar o governo a cumprir a lei. O presidente da Câmara, vereador Marcelo Lanzarin (MDB), descartou a possibilidade.

Desde terça-feira (4), os Servidores Públicos de Blumenau estão em greve. Segundo o sindicato, o movimento conta com a adesão de cerca de 700 funcionários de 108 locais de trabalho. Nesta sexta-feira (7), levantamento divulgado pelo governo indica um Centro de Educação Infantil e 13 unidades de saúde sem atendimento.

Os trabalhadores pedem o repasse do INPC na folha de pagamento de maio, data base da categoria.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”