Políticos de Blumenau se manifestam após divulgação de nomes em lista de citados em delações da Odebrecht

O nome do prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes, do PSDB, do senador Dalírio Beber, do PSDB, do deputado federal Décio Lima e da deputada estadual Ana Paula Lima, ambos do PT, foram divulgados pelo Jornal O Estado de São Paulo como integrantes da nova lista de investigados nas delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht. A lista tem 108 políticos, entre ministros, senadores, deputados federais e estaduais e prefeitos. A matéria do jornal não citou o motivo que levou a inclusão dos nomes.

Em entrevista à Rádio Nereu Ramos, Napoleão disse estar indignado com a situação. Desconhece qualquer motivo para fazer parte da lista. Lembrou que no começo do primeiro mandato negou o pedido de reequilíbrio econômico e financeiro feito pela Odebrecht para continuidade do serviço de ampliação da rede de tratamento de esgoto na cidade. Se disse inocente, sério e honesto e espera por justiça.

Confira a entrevista

 

Em nota, o senador Dalírio Beber disse ter recebido com surpresa a inserção do seu nome no rol dos investigados. Acrescentou: “Não tive, até o presente momento, qualquer acesso ao processo para conhecer o conteúdo do que me é atribuído. Rechaço com veemência toda e qualquer denúncia de prática de ilícitos. Estou indignado, mas absolutamente tranquilo, pois minha consciência em nada me acusa. Digo à sociedade brasileira, em especial, aos Catarinenses, que sempre confiaram em mim, que espero que rapidamente a verdade seja restabelecida. Neste momento, coloco-me inteiramente à disposição da Justiça”.

O deputado federal Décio Lima, do PT, declarou em nota que recebe com tranquilidade a informação do seu nome na lista, uma vez que confia que a verdade prevalecerá e a justiça será feita. Diz ainda na nota: “Declaro que sou o maior interessado no esclarecimento de toda esta situação. É importante destacar que não sou réu e nem investigado em nenhum processo da Lava Jato. A minha vida pública sempre foi pautada pela ética, lisura e transparência e a minha história demonstra a preocupação com a legalidade de todos os meus atos”.

Já a deputada estadual Ana Paula Lima, do PT, também através de nota, declarou serenidade e se colocou à disposição das autoridades para prestar todos os esclarecimentos. Afirmou ainda na nota oficial que não é ré e nem investigada em nenhum processo da Lava Jato. E acrescentou: “Afirmo que as doações à minha campanha eleitoral foram declaradas e aprovadas pelos órgãos competentes, e que minha conduta pública é regida pelos princípios da ética, moral e legalidade”.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”