Polícia prende suspeito de esquartejar blumenauense em Ituporanga

Foto: Reprodução/Facebook.

A Polícia Civil de Ituporanga prendeu nesta segunda-feira (28), o suspeito de matar e esquartejar Neomar da Rosa. O tronco da vítima foi encontrado sem cabeça, pernas e braços, na Barragem Sul, na última sexta-feira (25), mas o crime teria acontecido no domingo (20). Alexandre Backes, companheiro de Rosa confessou o crime após ser detido.

De acordo com o delegado Bruno Reis, responsável pelas investigações, o homem deu três marteladas na cabeça da vítima para matá-la. Na sequência, utilizou uma faca para cortar os membros e esconder o corpo. A polícia ainda procura braços, pernas e cabeça da mulher.

Na delegacia, o suspeito alegou que matou a vítima por ciúmes. Ele contou ao delegado que já tinha a intenção de se separar, mas ainda não havia feito. No dia anterior ao crime eles teriam discutido em uma festa, e que por isso foi embora sozinho, deixando a mulher no local. Ele então descobriu que ela se relacionou com outra pessoa nessa festa, e por vingança, cometeu o crime no dia seguinte.

Neomar da Rosa era de Blumenau, mas estava morando com o suspeito em Ituporanga há quatro meses. A família reconheceu a vítima por conta de uma tatuagem na virilha, já que parte do corpo ainda não foi encontrada. A Polícia Civil deve encerrar o inquérito nos próximos dias e denunciar Backes por feminicídio com agravante de motivo torpe e ocultação de cadáver.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”