Polícia pede cassação de diploma de médico suspeito de abusar de pacientes em Blumenau

A Polícia Civil de Blumenau concluiu o inquérito sobre o médico Antônio Gimenez Trevisan, 58 anos, que foi preso no dia 3 de novembro suspeito de abusar de pacientes. Segundo o delegado responsável pelo caso, Henrique Stodieck, o clínico-geral foi indiciado por estupro, após as supostas vítimas e testemunhas prestarem depoimentos.

Com a conclusão do inquérito, o médico foi liberado do Presídio Regional de Blumenau e o processo foi encaminhado à justiça com o pedido de cassação do diploma. A prisão era válida apenas enquanto as investigações ainda estavam sendo realizadas.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”