Polícia Federal prende jovem em Blumenau suspeito de pedofilia

Um jovem de 22 foi preso pela Polícia Federal de Itajaí nesta quinta-feira em Blumenau, no Bairro Fortaleza, por suspeita de pedofilia. Segundo informou a polícia, ele armazenava grande quantidade de arquivos digitais com cenas e imagens contendo pornografia infantojuvenil. A Polícia Federal divulgou apenas as iniciais do suspeito, L.P.S.

Os policiais chegaram até o suspeito através de investigações realizadas desde o ano passado em Curitiba/PR, quando quase uma centena de pessoas foram identificadas com o envolvimento na produção e o compartilhamento de imagens relacionadas à exploração sexual de crianças e adolescentes na internet, inclusive através de um site mantido na Rússia.

O jovem preso no Bairro Fortaleza já  teria atuado como palhaço em festas escolares e como animador em festas infantis particulares, e hoje trabalha como “cabo eleitoral” de um candidato a deputado estadual. Segundo a Polícia Federal, ele é suspeito de ser um dos fornecedores desse tipo de material, bem como de ser um abusador de menores de idade.

A polícia alerta que o simples armazenamento em computadores e celulares de imagens e cenas contendo pornografia infantojuvenil, tem uma pena prevista de 1 a 4 anos de reclusão. Se forem compartilhadas a pena poderá ser de 3 a 6 anos de prisão.

Fonte: Polícia Federal de Itajaí

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”