Polícia Civil identifica motorista que atropelou idosa em Gaspar

Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros de Blumenau

Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar de Gaspar identificou o motorista do veículo que atropelou e matou Yolanda Testoni da Silva, de 80 anos, no dia 2 de novembro. O suspeito é um homem de 35 anos, que se apresentou nesta quinta-feira (5) na Delegacia de Gaspar. Durante interrogatório o homem ficou em silêncio.

Ainda no dia do acidente, a Polícia Militar localizou e apreendeu o veículo que havia atropelado a idosa. O carro foi encontrado na casa do motorista. A partir daí, a investigação da Polícia Civil conseguiu-se apontar que o proprietário da residência onde o veículo foi encontrado era de fato quem conduzia o carro no momento do atropelamento.

Ainda de acordo com as investigações, após atropelar e fugir, o homem retorna ao local, passa lentamente ao lado do corpo da vítima e mais uma vez foge sem prestar socorro. Familiares do suspeito disseram aos policiais que ele havia participado de uma confraternização familiar e ingerido bebida alcoólica até à madrugada.

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do homem, que recebeu parecer favorável do Ministério Público. Em breve o inquérito policial será encaminhado ao Poder Judiciário.

O acidente

O atropelamento aconteceu no dia 2 de novembro, por volta das 5h30, quando Yolanda realizava uma caminhada matinal no acostamento da Rua Hercílio Fides Zimmermann, próximo a BR-470. A idosa foi atingida pelas costas pelo veículo conduzido pelo suspeito. Com o impacto o corpo foi arremessado para um matagal. O motorista fugiu sem prestar socorro.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”