Planejamento Pessoal

O brasileiro é um desastre em termos de administração das finanças pessoais. Pelo menos é o que sugere um estudo divulgado pelo SPC Brasil em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL): um em cada oito (81%) têm pouco ou nenhum conhecimento sobre como fazer o controle das despesas pessoais. Cerca de um terço sequer sabe o valor das contas que irão vencer no próximo mês.

Em resumo, o “consumidor médio brasileiro gasta mais do que ganha, não guarda dinheiro e tampouco planeja o próprio futuro”, diz a nota da empresa. Os dados apontam que apenas 18% têm controle total do fluxo de receitas e despesas no orçamento pessoal; 71% tem conhecimento parcial, e outros 10% não sabe nada das próprias finanças.

A falta de educação financeira atinge pessoas de todas as faixas salariais. “Entre os que têm renda domiciliar de até R$ 1.330,00, o conhecimento pleno é de 16%, somente 15% dos que ganham entre R$ 1.331,00 e R$ 3.140,00 apresentam total conhecimento sobre as próprias contas e dentre os que têm renda acima de R$ 3.141,00, o percentual sobe um pouco mais para 23%”, informa o SPC.

Falta de disciplina é citada por 39% dos entrevistados como a maior dificuldade na hora de planejar gastos.

Portanto aconselho a fazer um orçamento pessoal mensal numa planilha,coloque todas as suas contas a curto e longo prazo nesta planilha.

E desde ja comece a controlar, se for necessario carregue consigo uma pequena caderneta e anote tudo o que voce gasta durante o dia e durante o mês, assim fica mais facil para controlar seus gastos e ate poupar, mas isso tudo requer disciplina e autocontrole.

Abraços

Nadia Helena Uller

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”