Pesquisa indica melhor Natal para o comércio de Blumenau desde 2016

Foto: Jaime Batista/Blog do Jaime.

A Pesquisa de Intenção de Compras realizada pela Fecomércio/SC em Blumenau aponta que os consumidores da cidade devem gastar em média R$ 603,91 com presentes, maior valor levantado desde o ano de 2016. O resultado gera a expectativa de um dos melhores Natais dos últimos quatro anos e anima os lojistas blumenauenses.

As vendas de Natal também serão beneficiadas com a renda extra dos saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e a entrada do 13º salário. De acordo com a pesquisa, o destino do 13º varia de acordo com a situação do consumidor: 36,4% querem economizar, 39,2% pretendem pagar dívidas e 14,8% vão usar para garantir os presentes.

O período também movimenta o mercado de trabalho: um em cada quatro empresários deve contratar temporários neste ano.

A maioria dos consumidores pretende fazer as compras à vista. A opção em dinheiro foi a mais lembrada (58,3%) pelos blumenauenses, disparada na frente do parcelamento no cartão de crédito (21,3%) e cartão de débito (9,7%).

Para garantir o melhor custo/benefício, 78,7% dos entrevistados afirmaram que vão realizar pesquisa de preço. O comércio de rua (60,3%) deve ser o principal destino de compras, seguido pelos Shoppings Centers (24,7%). Os itens mais procurados em Blumenau devem ser do setor de vestuário (58%), calçados (11%) e brinquedos (9,7%).

A pesquisa é realizada para conhecer o perfil e o comportamento de consumo das pessoas que devem comprar nesta data e, assim, orientar os empresários em suas estratégias de vendas no fim do ano. Foram entrevistadas 2.097 pessoas, no período entre os dias 14 e 23 de novembro, nas cidades de Chapecó, Lages, Florianópolis, Criciúma, Joinville, Itajaí e Blumenau.

Fonte: Assessoria Sindilojas

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”