Patrícia Lueders, Secretária de Educação e Anderson Rosa, Secretário de Administração, sobre o projeto que muda a gratificação para diretores de escolas e CEI’s e a forma de contratação de ACT’s

Patrícia Lueders, Secretária de Educação e Anderson Rosa, Secretário Administração, foram os entrevistados desta sexta-feira (30), no Jornal da Nereu.

Falaram sobre o projeto encaminhado à Câmara de Vereadores que muda a gratificação para diretores de escolas e CEI’s e a forma de contratação de ACT’s.

Ouça a entrevista:

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”

Um comentário sobre “Patrícia Lueders, Secretária de Educação e Anderson Rosa, Secretário de Administração, sobre o projeto que muda a gratificação para diretores de escolas e CEI’s e a forma de contratação de ACT’s

  1. Alessandro

    Está Secretária de Educação está de brincadeira, mais de 1.400 funcionários da educação contratados em caráter temporário e ela cita que apenas 135 funcionários efetivos estão fora de seus cargos. O restante dos 1,300 ACTs estão alocados nos lugares daqueles que estão afastados por licenças doenças e maternidade. É muito coitado, pos graduada, mas com conhecimento de uma pessoa de ensino fundamental.
    Não há diferença, claro que não, um professor 40 horas semanais, tem uma renda de 2,500reais mês, enquanto um fiscal comissionado da Urb ganha quase 4.000.
    Midiáticos…
    Secretários mamadores do dinheiro público. Ou seja, todos covardes….

Comentários estãp fechados.