Partidos abrem mão de fundo eleitoral e buscam doações para a campanha

Foto: Ilustrativa

Dois partidos decidiram não utilizar os recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha no pleito deste ano. O Partido Novo oficializou a decisão no Tribunal Superior Eleitoral em 1º de junho. Já o PRTB, Partido Renovar Trabalhista Brasileiro, comunicou o TSE no dia 16. No total, o fundo vai distribuir pouco mais de R$ 2 bilhões para financiar as campanhas partidárias.

Segundo o líder do Partido Novo em Blumenau, Rafael Boskovic, a legenda abriu mão de R$ 36 milhões para a campanha deste ano em todo o país. O partido tem como pré-candidato a prefeito em Blumenau o promotor de justiça Odair Tramontin. Segundo o líder da legenda, a proposta de um estado enxuto, com menos privilégios e impostos é o principal atrativo do partido na busca de apoio financeiro.

O PRTB é uma das legendas que menos teria contribuição. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, o partido seria beneficiado com R$ 1,2 milhão. Em Blumenau, a legenda tem como pré-candidato o advogado Jairo dos Santos. O presidente estadual do partido, Gustavo Machado, argumentou que o PRTB pretende disputar a majoritária em cerca de 30 cidades catarinenses. Os recursos para bancar a campanha virão de uma vaquinha eleitoral.

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha foi criado em 2017, após o STF proibir a doação de pessoas jurídicas, e se tornou uma das principais fontes de receita para as campanhas eleitorais. Neste ano a legenda mais beneficiada é o PT, que vai receber mais de R$ 200 milhões, de recursos públicos para as eleições municipais. Depois aparece o PSL, que tem direito a mais de R$ 193 milhões.

Para o cálculo de distribuição do recurso para as legendas, o TSE leva em consideração o número de representantes eleitos para a Câmara dos Deputados e para o Senado Federal na última eleição geral. Os recursos do fundo, que não forem utilizadas nas campanhas, são devolvidos ao Tesouro Nacional.

Confira aqui a tabela de distribuição dos recursos aos partidos.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”