Parecer do TJSC alega de tribunal não tem competência para julgar greve dos servidores em Blumenau

Uma decisão do Tribunal de Justiça de Santa Catarina proferida na última sexta-feira referente a greve dos servidores do ano passado, alega que o TJ não possui competência para julgar a legalidade do movimento. Conforme despacho do Desembargador Pedro Manoel Abreu a ação deve ser avaliada por um juiz de primeiro grau, no Fórum de Blumenau.

O parecer vai contra a liminar expedida na última semana pelo mesmo Tribunal de Justiça que determina a volta dos servidores da saúde e da educação infantil ao trabalho. A Coordenadora Geral do Sintraseb, Sueli Adriano admite que para a categoria a decisão veio em boa hora.

Nesta segunda-feira os servidores fizeram uma nova passeata pelo centro de Blumenau. Os manifestantes seguiram pelas ruas Amadeu da Luz, 7 de Setembro, Presidente John Kennedy e 15 de Novembro. A greve continua por tempo indeterminado.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”