ONG anuncia greve de funcionários do Casep para segunda-feira e desmente ameaças

A ONG Opção de Vida, responsável pela administração dos Casep de Blumenau, divulgou através de nota à Rádio Nereu Ramos, que os funcionários da unidade do município vão entrar em greve por tempo indeterminado a partir da segunda-feira, dia 20. No comunicado, a organização também desmente os dizeres de um funcionário do Casep que afirmou receber ameaças de suspensão e demissão caso houvesse a paralisação.

A nota divulgada pela ONG diz que:

“Em reunião foi informado aos funcionários que, antes da greve estar formalizada e decorrida as 72 horas previstas em lei, qualquer movimento de greve seria ilegal e passível de advertências. Essa informação, em momento nenhum teve o teor de ameaça. O objetivo foi sempre proteger ao máximo os direitos dos funcionários e, para tanto, essa orientação se fazia necessária. Se existe uma determinação0 legal a respeito do direito de greve, esta deve ser cumprida em sua totalidade, legitimando os envolvidos (…) O funcionário ouvido por este veículo estava presente na reunião realizada no dia 14/04/2015 e, em razão da sua insatisfação fez declarações errôneas, que não condizem com a verdade”.

A greve é motivada por um atraso no pagamento dos vencimentos do mês de abril. A paralisação será a segunda no ano em quatro meses. Em março, os trabalhadores fizeram uma greve pela falta do pagamento de dois meses de salários.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”