Nossa Cidade, o turismo e os eventos em 2014

A avaliação do ano de 2014 exige uma análise mais criteriosa , visto que, ao final de 2013, já se previa um ano mais difícil.

A primeira constatação obvia, é o crescimento dos eventos gastronômicos e de lazer, como o festival da cerveja e o festival de botecos, duas iniciativas privadas em parceria com a Vila Germânica e que parecem, tem vida longa face a  aceitação do publico que tem visitado estes eventos. E mais, acredito que não está longe destes eventos chegarem perto a nível de participação, de nossa festa maior, a Oktoberfest.

A Oktobertfest é que está em fase de reformulação total. Com o esquema da limitação de publico , a abertura ao meio dia  e as recentes decisões sobre inclusão e exclusão de bandas tradicionais, acredito que 2015 deva ser o teste que definir à se estas ações são as necessárias para melhorar a qualidade de publico e faturamento do evento. Particularmente, acredito que sim.

Quanto a feiras, ainda se sente a ressaca de não termos mais em Blumenau a Texfair, que de uma maneiro ou outra reduziu a ocupação hoteleira da época . A principio, eventos com a Homeart e feira de noivas tem se mantido anuais, embora a Homeart ( decoração) tenha reduzido de 10 para 5 dias neste ano.

 A Fenahabit e a Feira Mulher Brasil também se mantém anuais , mas estão sofrendo mudanças em sua estrutura para adequar-se como eventos mais sofisticados e de resultados. Inovatório neste 2014 foi o projeto da INFOFAIR , feira de informática e informação, que tenta resgatar o titulo de Blumenau como pólo de tecnologia.  A feira começou pequena e agora aguarda parcerias para ver se emplaca mais uma edição.

A FEBRATEX, embora bi anual, continua como grande evento de todos os tempos aqui na região.  Cabe as autoridades e pessoas ligadas ao turismo,  dar maior atenção a este evento para que não saia de nossa região.

A morte anunciada do Frohsin com o incêndio que pos fim a uma marca da cidade , deve ser o estopim para que se achem caminhos através da iniciativa privada e prefeitura para que possamos de uma forma ou de outra reabrir o espaço de maior beleza de nossa cidade. Acredito que turisticamente e uma obrigação do município apoiar a  revitalização e reabertura do local.

Bons ventos de Timbó, via Tapioka , trazem a esperança de revitalização da choperia (ex Expresso)  na entrada da cidade. Foi uma grande noticia neste ano e o pessoal da Tapioka, que adquiriu o local, tem feito um trabalho muito bom em Timbó .  Quem sabe, eles provarão que aquele local é um dos melhores pontos turísticos de nossa cidade , não seguindo o caminho de seus antecessores que tentaram , tentaram , mas não conseguiram manter o negócio.

Desejo de dez em cada dez pessoas ligadas ao turismo, surge a luz do fim do túnel com relação ao Centro de convenções de Blumenau.  Projetos desta natureza já foram apresentados há mais de dez anos atrás (ex. CIEFE),  através da ACIB  e privados e nunca emplacaram.

Parece que desta vez a coisa sai, e o aproveitamento  turístico de Blumenau crescerá muito, pois,  se temos falhas,  elas com certeza passam pelos inúmeros congressos que perdemos por falta de um espaço melhor na cidade. A secretaria de turismo esta empenhada fortemente neste projeto.

Para terminar,  é fácil concluir que a Copa do Mundo,  a Eleição , os escândalos de corrupção,  tanto nacionais como locais e o rombo da Petrobras (orgulho do Brasil),  de uma certa forma agiram para que este ano fosse mais meticuloso para todo o empresariado , e para o turismo também .  Agora é torcer para que 2015 venha mais limpo disto tudo, com mais paz e mais investimentos.

Aproveito a oportunidade para desejar a todos um abençoado Natal  e um 2015 repleto de realizações positivas.

 Ao Pessoal da nossa sempre Radio Nereu Ramos, um super abraço  e os mais fortes desejos de felicidades nos festejos de final de ano.

Até a próxima

 

 

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”