Motoristas e cobradores definem pauta de reivindicações para a data base da categoria

Em assembleia na manhã desta quarta-feira categoria definiu pelo pedido de 3% de ganho real nos salários. Foto: Rodrigo Vieira/RNR.

Motoristas e cobradores de ônibus de Blumenau estão realizando assembléias nesta quarta-feira para definir a pauta de reivindicações da categoria. A data base é em novembro.

No encontro realizado pela manhã foi aprovado o pedido de reajuste salarial de 3% de ganho real mais o repasse da inflação e aumento de R$ 90,00 no vale alimentação, passando de R$ 410,00 para R$ 500,00.

Além dos pedidos de reajuste, a pauta também vai ter reivindicações já discutidas em outros anos como a folga casada e redução de jornada de trabalho. A categoria também pretende incluir o pedido de melhoria na segurança nos terminais. Segundo o sindicato, no último sábado um motorista foi agredido quando informou a um casal que não poderia entrar pela porta de saída do ônibus.

Outras duas assembleias ainda serão realizadas nesta quarta-feira. Uma programada para começar às 15h e outra às 19h. O primeiro encontro com os empresários para discutir a pauta está marcado para o dia 9 de outubro.

Ouça: Presidente do Sindetranscol, Ari Germer, fala sobre a pauta de reivindicações.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”