Motorista embriagado e transitando pelo acostamento tenta fugir da fiscalização na BR 470 em Indaial

Foto: Divulgação/PRF

Durante fiscalização na BR 470 em Indaial, na manhã desta quarta-feira (4), policiais rodoviários federais flagraram um motorista embriagado que transitava pelo acostamento e ainda tentou fugir da fiscalização. Ao receber ordem de parada, o motorista de um GM/Vectra com placas de Indaial, fez retorno entre a fila de veículos e fugiu no sentido oeste da rodovia.

Os policiais iniciaram o acompanhamento e conseguiram abordá-lo cerca de dois quilômetros à frente, em uma estrada de terra, onde ele tentava se esconder. O teste com etilômetro deu positivo para embriaguez.

Além de transitar pelo acostamento e conduzir sob efeito de álcool, o homem de 52 anos também foi multado por ter a Carteira Nacional de Habilitação vencida. O veículo, de propriedade dele, ainda estava com licenciamento atrasado há três anos e sem alguns equipamentos obrigatórios, sendo recolhido ao pátio conveniado até a regularização.

Antes deste flagrante, outros 12 condutores já haviam sido flagrados pela PRF nesse local da BR 470 tentando ganhar vantagem transitando pelo acostamento. Todos foram autuados com base no artigo 193 do Código de Trânsito Brasileiro (infração gravíssima, multa no valor de R$ 880,41 e sete pontos na CNH).

Fonte: Assessoria PRF

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”