Missas presenciais retornam a partir de 14 de julho na Diocese de Blumenau

Foto: Jaime Batista/Blog do Jaime

O Conselho Presbiteral da Diocese de Blumenau se reuniu nesta terça-feira (16), e definiu uma data para o retorno das missas presenciais. O conselho é formado por Párocos e administradores paroquiais de 41 paróquias que compõem a Diocese, que abrange 13 municípios da região. No encontro, foi definido que a partir de 14 de julho as missas passam a ser realizadas com a presença de fieis.

Os conselheiros decidiram que as celebrações serão apenas nos finais de semana e limitadas as igrejas matriz de cada paróquia, obedecendo 30% da capacidade de fieis de cada igreja. Já as novenas, reuniões, formações, catequeses, grupos de família, encontros de grupos, movimentos e pastorais, como também Cerco de Jericó, Talhas de Caná, Missa de Cura e Libertação, Missa da Saúde, entre outros, continuam suspensos por tempo indeterminado.

Confira as orientações da Diocese para acompanhamento presencial das missas

  • Todos devem seguir as normas de prevenção e higienização. É prudente manter o distanciamento social e que se acompanhe as missas on-line e façam a comunhão espiritual.
  • É recomendável que aqueles que pertencem a grupos de risco e os que apresentam sintomas de gripe não participem de celebrações presenciais, inclusive ministros extraordinários, diáconos e sacerdotes.
  • Higienizar as mãos ao entrar e ao sair da Igreja.
  • Usar máscara durante todo o tempo que permanecer na Igreja, exceto no momento da comunhão.
  • Sentar nos locais indicados e não trocar de assento durante a missa. Os que residem na mesma casa podem sentar juntos.
  • Pode deixar sua oferta e dízimo na chegada ou saída da Igreja.
  • Manter distância de dois metros na fila da comunhão, ir por um lado e retornar por outro, comungar em silêncio e receber a comunhão nas mãos.
Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”