Mantida a interdição dos cultivos de ostras e mexilhões de Bombinhas e Porto Belo

Foto: Divulgação / Epagri

A Secretaria de Estado da Agricultura manteve a interdição dos cultivos de ostras, vieiras, mexilhões e berbigões dos municípios de Bombinhas e de Porto Belo devido à presença de toxina diarreica. Desta forma, continua proibida a retirada, a comercialização e o consumo destes animais e seus produtos, inclusive nos costões e na beira de praia nas localidades de Zimbros, Canto Grande, Ilha João da Cunha, Araçá e Perequê.

A interdição dos cultivos foi feita na sexta-feira passada, dia 2, após exames laboratoriais. Os exames foram repetidos nesta segunda e quarta-feira, porém a concentração da toxina continua acima do tolerável.

As áreas serão liberadas após dois resultados negativos e consecutivos para a presença de toxinas nos moluscos, que se consumida por seres humanos, pode ocasionar náuseas, dores abdominais, vômitos e diarreia.

*com informações da Secom

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”