Madeira de árvores derrubadas pelo ciclone podem ser usadas no reparo dos danos

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O Conselho Estadual de Meio Ambiente de Santa Catarina aprovou ontem uma resolução que autoriza o aproveitamento da madeira das árvores derrubadas ou danificadas pelo ciclone extratropical da semana passada.

Em caráter excepcional, a norma, elaborada pelo Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina, levou em consideração a necessidade de material de construção, em especial de madeira, para reparos e reconstrução de moradias e outros locais.

Com a aprovação da norma, é possível remover ou utilizar este material lenhoso das próprias árvores derrubadas ou danificadas por ação do temporal, sem autorização prévia do órgão ambiental, como ocorre em outros casos.

Os critérios são válidos para o reparo dos danos. Não é permitido o uso comercial direto ou indireto. O responsável pelo aproveitamento do material terá prazo de até 30 dias após a utilização para a entrega de documentos junto ao órgão ambiental, como croqui da propriedade e levantamento fotográfico que caracterize os danos causados pelo vendaval.

 

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”