Licitação para construção do Parque das Itoupavas pode ser aberta nos próximos dias

A construção do Parque das Itoupavas deve começar no primeiro semestre de 2015. Nesta terça-feira a Prefeitura de Blumenau assinou convênio com o Governo do Estado que garantiu o repasse de R$ 3,18 milhões para tirar o projeto do papel. O recurso é do Fundam, Fundo de Apoio aos Municípios, e repassado a fundo perdido, sem a necessidade da Prefeitura devolver o dinheiro ao Estado.

O parque será construído em uma área de 15 mil metros quadrados entre a Rua 1º de Janeiro e a BR-470 na região do ribeirão Itoupava. Segundo o prefeito Napoleão Bernardes, o projeto já está aprovado e com a liberação do recurso a Prefeitura deve encaminhar agora o processo de licitação para iniciar a obra, o que pode acontecer nos próximos dias.

O convênio com o Estado também vai garantir mais R$ 2,48 milhões para a troca de três pontes de madeira por estrutura de concreto. As obras serão nas ruas Martin Jensen e Rio Bonito, no Bairro Itoupava Central, e Tobias Barreto, no Bairro Vila Nova.

Além de Blumenau, outros 13 municípios foram contemplados pelo Fundam nesta terça-feira, num total de R$ 17 milhões em investimentos. O Fundo de Apoio aos Municípios já destinou cerca de R$ 453 milhões para 259 municípios catarinenses. Deste total, R$ 290 milhões já foram repassados às prefeituras.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”