Laudo não aponta causa do deslizamento que atingiu carro e residência na Escola Agrícola

Foto: Fabrício Wolff

O laudo da Defesa Civil sobre o deslizamento de terra ocorrido no dia 22 de junho na Rua Norberto Seara Heusi, no Bairro Escola Agrícola, foi inconclusivo. O documento foi apresentado nesta segunda-feira (4) e segundo o secretário de Defesa do Cidadão, Marcelo Schrubbe, não foi possível determinar a causa específica que fez a pista ceder. Na ocasião um veículo foi arrastado e uma residência atingida.

Moradores da região suspeitavam que o deslizamento havia sido provocado por um vazamento de água na tubulação do Samae. Sem a comprovação, o caso foi transferido para a Procuradoria Geral do Município que vai avaliar possíveis indenizações.

No momento do deslizamento, por volta de 4h15, um veículo com três mulheres passava pelo local. Duas delas ficaram feridas, mas sem gravidade. A residência atingida foi interditada e a família teve de deixar o local. Os moradores não tiveram ferimentos.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”