Lanzarin prevê economia de R$ 1 milhão com medidas econômicas na Câmara de Blumenau

Foto: Rafael Carrasco/CMB

Na abertura da primeira sessão de 2019 da Câmara de Vereadores de Blumenau, o presidente da Mesa Diretora, vereador Marcelo Lanzarin, do MDB, anunciou algumas medidas econômicas para diminuir os custos do parlamento blumenauense. Ele pretende reestruturar a TVL com redução de até 50% dos recursos destinados para a empresa responsável pela operacionalização da TV. Também quer eliminar o uso de papel, tornando todo o processo legislativo digital.

Segundo o presidente, estas e outras medidas, devem gerar uma economia de R$ 1 milhão/ano, aumentando assim a economia dos recursos destinados pelo executivo. No ano passado, a Câmara devolveu à Prefeitura cerca de R$ 8 milhões do orçamento que não foram utilizados.

Lanzarin também destacou a necessidade de aquisição de uma sede própria, um desafio que pretende vencer. Neste caso, ganhou o apoio do vereador César Cim, do PP, que assumiu a cadeira de Ricardo Alba, do PSL, eleito deputado estadual. Cim sugeriu que o presidente utilize as economias deste ano no legislativo para aplicação na aquisição ou construção de uma sede própria.

A sessão desta terça-feira (5), foi aberta com um discurso do prefeito Mário Hildebrandt, que foi ao legislativo destacar a reforma administrativa, que deve ser aplicada em março e depende da aprovação da Câmara. O prefeito disse que pretende compactar o governo, gerando economia sem prejudicar a eficiência do atendimento à comunidade.

Nos bastidores, comenta-se a extinção da URB e Fundação Municipal de Desportos, unificação de secretarias, mudança de estruturas de fundações e autarquias, além da troca de comandantes. O governo anunciou que as medidas ainda estão sendo avaliadas.

Ainda durante a primeira sessão do ano, o vereador Almir Vieira, do PP, anunciou que o colega Alexandre Caminha, trocou o PSD pelo Partido Progressista.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”