Justiça eleitoral multa ex-vereadores e suplentes de Blumenau

A justiça eleitoral de Blumenau determinou o pagamento de multas e inelegibilidade quatro dos cinco políticos envolvidos em investigações sobre abuso de poder econômico e compra de votos, durante o pleito eleitoral de 2012. Eles concorriam a uma vaga na Câmara de Vereadores.  Célio Dias (PR), foi absolvido das denúncias.

Segundo informações do portal informeblumenau.com na sentença assinada na quarta-feira da semana passada, dia 21, o juiz Sérgio Aragão condenou o então candidato Robson Soares, o Robinho (PR), com multa de R$ 40 mil; Bráz Roncáglio (PR), em R$ 25 mil; Fábio Fiedller (PSD), em R$ 15 mil e Almir Vieira (PP), o único que está com mandato na Câmara, com multa de R$ 10 mil.

Como se trata da legislatura passada, Vieira não corre risco de perder o mandato, mas assim como os demais não poderá concorrer nas eleições municipais de 2020, já que também foram penalizados com inelegibilidade de oito anos. Porém, ainda cabe recurso e a situação pode ser revertida.

As investigações retornaram para a primeira instância em Blumenau após o TSE – Tribunal Superior Eleitoral – devolver os processos alegando que os denunciados não tiveram direito à ampla defesa.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”