Jovem é detido durante manifesto contra o aumento da passagem de ônibus em Blumenau

Protesto fechou ruas no Centro e terminal da Proeb. Foto: Cristiano Silva/RNR

A Polícia Militar teve menos trabalho na manifestação na noite desta quarta-feira que levou as ruas do Centro jovens indignados com o aumento da passagem de ônibus em Blumenau. Diferente da última semana, quando houve confrontos entre manifestantes e policiais e três ônibus depredados no Terminal da Fonte, desta vez o protesto foi marcado pela tranqüilidade, apesar de pequenas ocorrências.

Um jovem foi detido já no final da manifestação após depredar a janela de segurança de um ônibus da Rodovel. O caso foi registrado na Rua 7 de Setembro após a dispersão dos manifestantes. O protesto começou por volta das 19h com concentração em frente a Prefeitura. Houve uma passeata pela Rua 7 de Setembro em direção ao Terminal da Proeb. Até lá, as ruas ficaram interditadas e o terminal ficou fechado por cerca de duas horas.

Além de reclamar das condições do transporte coletivo e do aumento da passagem, os participantes do protesto pediam tarifa zero. Quando os manifestantes chegaram no terminal da Proeb não havia mais ônibus no local, segundo a Polícia Militar. Após a dispersão do grupo, a PM liberou a entrada de ônibus e a situação voltou ao normal.

Desde sábado, a tarifa do transporte coletivo em Blumenau passou de R$ 2,75 para R$ 3.

Compartilhe

PinIt
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”