Impeachment: TJSC define em sorteio os cinco desembargadores do tribunal de julgamento

Foto: Paulo Moreno / TJSC

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) definiu nesta quarta-feira (23), por sorteio, os cinco desembargadores para integrar o tribunal especial de julgamento que deliberará sobre o pedido de processo de impeachment movido contra o governador Carlos Moisés da Silva e a vice Daniela Reinehr.

Foram sorteados a desembargadora Cláudia Lambert de Faria e os desembargadores Rubens Schulz, Sérgio Antônio Rizelo, Carlos Alberto Civinski e Luiz Felipe Siegert Schuch. Os magistrados foram selecionados entre 80 nomes possíveis. O desembargador Sidney Eloy Dalabrida teve seu nome selecionado, mas declarou suspeição de natureza íntima e um novo sorteio foi realizado.

Após a definição dos nomes, o presidente Ricardo Roesler comunicou que um ofício será remetido à presidência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) com a relação dos magistrados sorteados. “Senhoras e senhores desembargadores, nós temos dentro de nós uma reserva insuspeita de força, que surge quando a vida nos põe à prova. É nosso ofício ter de julgar, e assim o faremos”, finalizou Roesler.

A sessão de instalação do tribunal de julgamento, que incluirá os cinco deputados eleitos pelo Legislativo, será realizada nesta sexta-feira (25), às 10h, na Alesc. Todos os atos do tribunal de julgamento terão lugar na Assembleia Legislativa.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”