Homens se passam por técnicos de empresa de gás e furtam notebook em residência

Idosa permitiu a entrada da dupla na casa para testar a instalação. Foto: Rodrigo Vieira/RNR.

Dois homens furtaram um notebook do guarda roupas de uma residência na manhã desta quarta-feira. Para chegar até o equipamento eles se passaram por técnicos de uma empresa de gás. O furto aconteceu por volta de 9h50 na Rua 9 de Agosto no Bairro Itoupava Norte.

Apenas a proprietária, Cora Schoenfeldel, 84 anos, estava em casa. A dupla se apresentou a idosa e a convenceu a abrir o portão. Eles afirmaram que havia necessidade de fazer uma avaliação da instalação de gás para saber se estava feita com segurança e não havia problemas de vazamentos.

Convencida a idosa permitiu a entrada na residência e acompanhou a vistoria, sem notar que enquanto um tirava a atenção dela com testes no fogão o outro vasculhava os cômodos. Em um deles, dentro do guarda roupas, foi furtado um notebook.

Dona Cora disse que não notou nada e os dois foram embora de mãos vazias. Depois que saíram ela chegou a pensar que poderia se tratar de um assalto. Foi ai que notou a porta do guarda roupas aberta e a falta do equipamento.

Rosana, filha da idosa, disse que por várias vezes chamou a atenção da mãe para evitar que estranhos entrassem na residência. O susto e o prejuízo vão servir de exemplo daqui pra frente.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”