Homem confessa ter decapitado diarista Marli Aparecida de Lima no ano passado

Joaquim de Souza, de 52 anos, confessou o crime em interrogatório. Foto: Kássia Dalmagro/Jornal Metas

O homem suspeito de ter assassinado a diarista Marli Aparecida de Lima, de 41 anos, em agosto do ano passado já está preso em Gaspar. De acordo com o delegado responsável pelo Setor de Investigação e Capturas da Polícia Civil, Egídio Maciel Ferrari, o autor do crime, Joaquim de Souza, de 52 anos, confessou em interrogatório nesta quarta-feira, dia 18, ter matado e depois decapitado a mulher para esconder o corpo.

Marli havia desaparecido no dia 28 de agosto do ano passado, após sair de casa para uma volta rápida. No dia 11 de setembro, a Polícia Militar encontrou a cabeça de uma mulher em Navegantes. Com a suspeita de a parte do corpo poderia ser da diarista, foi solicitado um exame de DNA. Porém, apenas na semana passada é que o resultado chegou e foi comprovado que se tratava mesmo de Marli.

Joaquim está preso desde a sexta-feira, dia 13, quando foi expedido contra ele um Mandado de Prisão Temporária. Ele era ex-namorado da vítima e desde o seu desaparecimento era apontado pela polícia como o principal suspeito.

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”