Governo do Estado já emitiu mais de 120 mil alertas em SMS à população sobre casos de Covid-19

Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Deste sábado (11), o Governo do Estado emite alertas via mensagens de texto SMS (Short Message Service) para informar a população sobre casos confirmados de Covid-19 a uma distância aproximada de 200 metros da residência da pessoa infectada. Esse novo serviço é prestado em parceria com a Associação Catarinense de Medicina que disponibilizou a ferramenta tecnológica e o acesso à base de dados. A ação abrange todos os munícipios catarinenses.

Como funciona o serviço

Quando um caso é positivado para Covid-19, as informações do paciente são preservadas (anonimizadas), não sendo possível identificar a pessoa nem o endereço exato dela. Mas o sistema estabelece um parâmetro territorial, que neste caso é de 200 metros, para o cruzamento dos dados. Com a identificação dos aparelhos celulares dos residentes em áreas próximas (não há identificação do titular da linha) as mensagens são enviadas.

É importante que ao receber o SMS a pessoa verifique se o CEP listado corresponde ao seu atual endereço. “Caso tenha se mudado para um endereço diferente do apontado no SMS, o usuário deverá desconsiderar a mensagem de alerta, mas continuar a seguindo as recomendações gerais de quarentena”, explica o diretor de Tecnologia e Inovação da Secretaria de Estado da Administração, Félix Fernando da Silva.

Fonte: Secom/SC

Compartilhar
“O espaço para a participação dos ouvintes internautas no site da Rádio Nereu Ramos, tem como missão principal promover o debate dos assuntos de interesse da sociedade e que são abordados pelo jornalismo da emissora.
Comentários que contenham palavrões, ataques e ameaças pessoais ou que incentivem a violência, discriminação ou ódio contra uma pessoa ou grupo de pessoas devido à religião, raça, origem ou ideologia política, serão sumariamente excluídos.
Também não serão permitidas postagens com conteúdo comercial. Ofertas de produtos são proibidas, assim como publicar endereço de sites que façam vendas online e banner publicitários.
A responsabilidade civil e penal sobre o conteúdo publicado é do autor do conteúdo enviado para o site da emissora.”